Os melhores documentários de todos os tempos

Foi anunciado o mais recente ranking dos 25 melhores documentários de todos os tempos. A responsabilidade é da prestigiada IDA – International Documentary Association (Associação International de Documentários).
 
Um destaque positivo: os irmãos Albert e David Maysles emplacaram nada menos que três filmes, entre eles o histórico Gimme Shelter, com os Rolling Stones (ok, Michael Moore também tem três aparições, mas ele é um sensacionalista e oportunista picareta, para dizer o mínimo).
 
Um destaque negativo: a limitação dos vontantes da associação – exceto um Wim Wenders, um Alain Resnais e o Migração Alada, só dá produção norte-americana (até o filme do Werner Herzog é produção made in USA).
Segue a lista (sem dúvida, uma bela sugestão para uma dvdteca documental); ao final, trailer do campeão Basquete Blues.   

1. Basquete Blues (Hoop Dreams) – Steve James, 1994
2.
A Tênue Linha da Morte (The Thin Blue Line) – Errol Morris, 1988
3. Tiros em Columbine (Bowling for Columbine) – Michael Moore, 2002
4. Spellbound – Jeffery Blitz, 2002
5. Harlan County, Uma Tragédia Americana (Harlan County, USA) – Barbara Kopple, 1976
6. Uma Verdade Inconveniente (An Inconvenient Truth) – Davis Guggenheim, 2006
7. Crumb – Terry Zwigoff, 1994
8. Gimme Shelter – Albert Maysles, David Maysles & Charlotte Zwerin, 1970
9. Sob a Névoa da Guerra (The Fog of War: Eleven Lessons from the Life of Robert S. McNamara) – Errol Morris, 2003
10. Roger e Eu (Roger and Me) – Michael Moore, 1989
11. Super Size Me – A Dieta do Palhaço (Super Size Me) – Morgan Spurlock, 2004
12. Don’t Look Back – D. A. Pennebaker, 1967
13. Salesman – Albert MayslesDavid Maysles & Charlotte Zwerin, 1968
14. Koyaanisqatsi: Vida em Desiquilíbrio (Koyaanisqatsi: Life Out of Balance) – Godfrey Reggio, 1982
15. Sherman’s March – Ross McElwee, 1986
16. Grey Gardens – Albert Maysles, David Maysles, Ellen Hovde & Muffie Meyer, 1975
17. Na Captura dos Friedmans (Capturing the Friedmans) – Andrew Jarecki, 2003
18. Born into Brothels: Calcutta’s Red Light Kids – Ross Kauffman & Zana Briski, 2004
19. Titticut Follies – Frederick Wiseman, 1967
20. Buena Vista Social Club – Wim Wenders, 1999
21. Fahrenheit 9/11 – Michael Moore, 2004
22. Migração Alada (Le Peuple Migrateur / Winged Migration) – Jacques Perrin, Jacques Cluzaud e Michel Debats, 2001
23. O Homem Urso (Grizzly Man) – Werner Herzog, 2005
24. Noite e Nevoeiro (Nuit et Brouillard / Night and Fog) – Alain Resnais, 1955
25. Woodstock: Onde Tudo Começou (Woodstock) – Michael Wadleigh, 1970

6 Responses to “Os melhores documentários de todos os tempos”


  1. 1 samanta 03.agosto.2008 às 5:26

    faltou acrescentar manipulador ao ‘oportunista picareta’ Michael Moore…
    bela lista! adoro “Na Captura Dos Friedmans”
    beijos

  2. 2 Cristian 04.agosto.2008 às 12:16

    Faltaram:

    Os Mestres Loucos – Rouch
    It`s All True – Welles
    Iracema, Uma Transamazônica – Bodanski/Senna como documentário performático
    ABC África – Kiarostami
    Salve o Cinema – Makmalbaf
    Viramundo – Sarno
    La Batalla de Chile – Pato Guzman
    El Camino Hacia La Muerte del Viejo Reales – Gerardo Vallejo
    Ukamau – Sanjines
    Estamira – Prado
    Céu Aberto – Batista
    Di – Glauber
    A Cidade e o Corpo – Chico Botelho
    Crônica de um Verão – Rouch/Morin
    O País de São Saruê – Wladimir
    Boca de Lixo – Coutinho
    Nelson Cavaquinho – Hirszman
    Memorias del Subdesarollo – Alea
    Sympathy for the Devil – Godard
    Dog Star Man – Stan Brackhage
    La Jetée – Chris Marker
    Partido Alto – Hirszman
    Soy Cuba – Kalatozov
    O Homem com a Câmera – Vertov
    Los Olvidados – Buñuel

    Embora alguns digam que alguns desses filmes são ficcionalizações, como se se pudesse separar vida de arte ou realidade de experiência…

    abraço Chiquinho!

  3. 3 Alethea 04.agosto.2008 às 2:50

    Gosto pessoal à parte, a lista me surpreendeu. Achei curiosa a absoluta ausência de Orson Welles (nem It’s All True, nem F for Fake). A omissão de Jean Rouch já não surpreende tanto – afinal, é francês. E, já que a lista compila “os melhores de todos os tempos”, também me chamou a atenção a falta de Flaherty…

  4. 4 Tiago jaime machado 04.agosto.2008 às 4:32

    que legal eu tenho 7 filmes pertencentes a esta lista…
    eu acharia um lugarzinho para “the corporation”e “jesus camp”hehehe
    abração.

    cheguei via @flaviadurante

  5. 5 Pedro Sigaud Sellos 07.agosto.2008 às 1:44

    Chiquinho,

    Achei outra lista, mais “européia” e com 100 títulos: http://www.decine21.com/Listas/Los-100-mejores-documentales.asp?id=12

    Abração!
    Pedro

  6. 6 andréa velloso 20.agosto.2008 às 10:50

    Aloha Chiquinho!!

    Confesso que jamais poderia ter uma lista fixa.

    Que bom te saber sempre acessável…
    Isso é muito melhor que qualquer lista!!!!

    sucumbi ao blog tb…nunca pensei…
    dê uma olhada qdo puder.

    bjo grande
    Andréa


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




agosto 2008
D S T Q Q S S
« jul   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Flickr Photos

PIC_0272

PIC_0271

PIC_0267

PIC_0266

PIC_0264

Mais fotos

%d blogueiros gostam disto: