Não perca “Trás-os-Montes” na mostra do Novo cinema português

Com influências palpáveis do neo-realismo italiano e a nouvelle vague francesa, o cinema novo de Portugal é atração da mostra Os Verdes Anos do Cinema Português, que acontece de 30 de julho a 17 agosto no CCBB-SP.

"Trás-os-Montes" (1976), de Margarida Cordeiro e António Reis

"Trás-os-Montes" (1976), de Margarida Cordeiro e António Reis

 

Recomendo o maravilhoso Trás-os-Montes (1976), de Margarida CordeiroAntónio Reis, uma radical e pioneira incursão pela linha tênue entre documentário e ficção que teve sucesso em diversos festivais pelo mundo: Veneza, Roterdã, Pesaro, Manheim, Toulon e na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo por duas vezes: em 1978 (onde o conheci) e 2005.
O Cinema Novo lusitano eclodiu no início da década de 1960, rompendo com a vinculação à ideologia vigente e se assumindo como vanguarda. Outros destaques do evento são obras assinadas por Manoel de Oliveira (Acto da Primavera, 1963), Paulo Rocha (Os Verdes Anos, 1963, filme seminal do movimento), António da Cunha Telles (O Cerco, 1970) e João César Monteiro (Veredas, 1978).

Trata-se de um cliclo para descobertas obrigatórias. (abaixo, dois trechos de Trás-os-Montes)

 

 

*** Programação ***
 
30/07 (quarta-feira)
17h00 – O Recado, de José Fonseca e Costa
19h00 – Sofia e a Educação Sexual, de Eduardo Geada
           
31/07 (quinta feira)
17h00 – Dom Roberto, de Ernesto de Souza
19h00 – Perdido por Cem, de António Pedro Vasconcelos
 
1º/08 (sexta feira)
17h00 – O Mal-amado, de Fernando Matos Silva
19h00 – Almada Negreiros, de António de Macedo
            Domingo à Tarde, de António de Macedo
 
2/08 (sábado)
17h00 – Acto da Primavera, de Manoel de Oliveira
19h00 – Verdes  Anos, de Paulo Rocha
 
3/08 (domingo)
17h00 – Belarmino, de Fernando Lopes
19h00 – Trás-os-Montes, Margarida Cordeiro e António Reis
 
6/08 (quarta-feira)
17h00 – O Cerco, de António Cunha Telles  
19h00 – debate: “Na Rota dos Cinemas-Novos”, com Carolin Overhoff, Mauro Rovai, Luiz Carlos de Oliveira Jr. e Liciane Mamede
 
7/08 (quinta-feira)
17h00 – A Promessa, de António de Macedo
19h00 – Belarmino, de Fernando Lopes
 
8/08 (sexta-feira)
17h00 – Dom Roberto, de Ernesto de Souza
19h00 – Uma Abelha na Chuva, de Fernando Lopes

9/08 (sábado)
17h00 – Veredas, de João César Monteiro
19h00 – Trás-os-Montes, de Margarida Cordeiro e António Reis
 
10/08 (domingo)
17h00 – OCerco, de António Cunha Telles  
19h00 – Acto da Primavera, de Manoel de Oliveira
 
13/08 (quarta-feira)
17h00 – O Mal-amado, de Fernando Matos Silva
19h00 – Perdido por Cem, de António Pedro Vasconcelos
 
14/08 (quinta-feira)
17h00 – O Recado, de José Fonseca e Costa
19h00 – Almada Negreiros, de António de Macedo
            Domingo à Tarde, de António de Macedo
 
15/08 (sexta-feira)
17h00 – A Promessa, de António de Macedo
19h00 – Sofia e a Educação Sexual, de Eduardo Geada
 
16/08 (sábado)
17h00 – Verdes  Anos, de Paulo Rocha
19h00 – Perdido por Cem, de António Pedro Vasconcelos
 
17/08 (domingo)
17h00 – O Cerco, de António Cunha Telles  
19h00 – Uma Abelha na Chuva, de Fernando Lopes


2 Responses to “Não perca “Trás-os-Montes” na mostra do Novo cinema português”


  1. 1 cecilia lara 28.julho.2008 às 11:12

    Não dá pra perder! Vai ser incrível!


  1. 1 Os Verdes Anos do Cinema Português « Novo Cinema Português (1949-80) Trackback em 27.julho.2008 às 7:07

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




julho 2008
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Flickr Photos

PIC_0272

PIC_0271

PIC_0267

PIC_0266

PIC_0264

Mais fotos

%d blogueiros gostam disto: